A contribuição associativa é uma obrigação, prevista em estatuto, que os associados devem ao seu respectivo sindicato. Portanto, é um dos pagamentos feitos à entidade de classe na qual o profissional se enquadre.

Ainda que os sindicatos seja uma organização sem fins lucrativos, eles também são suscetíveis a casos de inadimplência, assim como qualquer outra entidade.

Além disso, é importante salientar que o inciso V do artigo 8ª da Constituição Federal de 1988 determina que nenhum profissional é obrigado a filiar-se ou permanecer filiado ao sindicato. Por esse motivo, a associação deve investir constantemente em novas formas de garantir a assiduidade dos pagamentos de seus filiados.

Tendo em vista que é fundamental manter um balanço de caixa saudável para que o sindicato cumpra plenamente sua finalidade, veja algumas recomendações para melhorar a contribuição associativa.

Forneça diferentes métodos de pagamento para a contribuição associativa

Cada indivíduo tende a ter uma forma de pagamento preferida. Sendo assim, faça o possível para tornar a vida dos associados mais simples. Isso significa viabilizar que a contribuição seja realizada por carnê, boleto ou débito em conta, para citar as principais alternativas. No entanto, não se esqueça de levar em consideração as taxas cobradas em cada um desses procedimentos e tenha registros de todos os rendimentos.

Estabeleça planos para o pagamento da contribuição associativa

Para incrementar a arrecadação da contribuição associativa, o sindicato pode disponibilizar planos de pagamentos. Muitos tipos de empreendimentos empregam essa estratégia e tem um retorno bastante positivo. A medida é aplicada da seguinte maneira: você apresenta para os beneficiários outros programas em adição ao vencimento mensal. Por exemplo, dê um desconto para quem pagar um plano semestral ou anual. Deixe bem claro a economia que cada plano representa e mostre as vantagens como a de não precisar se preocupar todo o mês com a data do pagamento.

Use a tecnologia a seu favor

Atualmente, existem vários softwares especializados em gestão de sindicatos que elaboram as guias de arrecadação e auxiliam no combate à inadimplência, pois indicam que não está em dia com a contribuição associativa. Outro recurso muito útil são os lembretes sobre as datas de vencimento dos pagamentos. Vale ressaltar que os comunicados de atraso nos valores têm de ser sempre polidos e transparentes.


Esperamos que tenham gostado das nossas dicas. E, por favor, não deixem de nos enviar sugestões, críticas e comentários, ok?

🙂

Até breve!

Agora que você conhece um pouco melhor como aumentar a arrecadaçãoque tal inscrever-se em nossa newsletter e ser o primeiro a saber das novidades que irão surgir no Gestor Sindical?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>